NOSSA FAMÍLIA DE HARDWARE SECURITY MODULE (HSM)

hsm dinamo networks

O HSM da DINAMO Networks oferece um ambiente seguro para o gerenciamento do ciclo de vida das chaves de segurança (criptográficas) do seu ambiente, além de oferecer assinatura e certificação digital, autenticação, sigilo, integridade e inviolabilidade para todas as informações da infraestrutura de TI e de negócios da sua empresa.

Com os Hardware Security Modules da DINAMO Networks é possível reduzir riscos e custos operacionais, centralizando o gerenciamento de chaves criptográficas corporativas. Múltiplas aplicações podem ter acesso as funções de segurança e criptográficas em um equipamento dedicado e de alto desempenho.

Os HSMs são construídos sob rígidas normas internacionais de segurança e homologados pelo Instituto de Tecnologia da Informação (ITI) no Brasil, órgão federal vinculado à Casa Civil da Presidência da República. O reconhecimento atesta que os appliances da DINAMO Networks atendem às exigências e padrões de proteção, Nível de Homologação 3 da ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira), que estabelece padrões de certificação digital.

Com a maior capacidade de integração do mercado, os nossos HSMs permitem um crescente número de parceiros tecnológicos, com fácil integração a aplicações de mercado ou desenvolvimentos in-house.

SÃO 3 MODELOS DISPONÍVEIS:

  • Pocket Hardware Security Module DINAMO
  • Hardware Security Module DINAMO
  • Standard Hardware Security Module DINAMO XP

Os dois últimos modelos mais robustos compartilham as mesmas funcionalidades, com a diferença de que a versão Standard tem fonte redundante e maior capacidade de processamento (desempenho) e armazenamento. Ambos atendem todos os requisitos para a computação em nuvem.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DOS HARDWARE SECURITY MODULES:

  • RSA (512, 1024, 1152, 1408, 1984, 2048 e 4096 bits)
  • ECDSA (128, 160, 192, 256, 384 e 521 bits)
  • DES
  • 3DES (128 e 192 bits)
  • AES (128, 192 e 256 bits)
  • MD5
  • SHA1
  • SHA2 (256, 384, 512 bits)
  • Nível de Homologação 3 da ICP-Brasil
  • MS Crypto API
  • PKCS#11
  • API Nativa (criptografia, gerência e monitoramento)
  • Java JCA/JCE
  • API Nativa SPB – Sistema de Pagamentos Brasileiro
  • Duas interfaces – Ethernet 10/100/1000 RJ-45
  • Replicação 
  • FIPS
  • Non-FIPS 
  • Proteção por chave master (Server Master Key) em Smart Card
  • Separação de domínios por usuários
  • Diferentes níveis de privilégios
  • Backup 100% cifrado
  • Console local (trusted path)
  • Console remota (rede)
  • Core Crypto Engine
  • State Manager
  • EFT Engine
  • OTP Manager
  • SPB Engine
  • EMV / PIN / CVV
  • XML
  • KMIP
  • Regular (console remota / API)
  • Smart Card (console local)
  • TFA – Two Factor Authentication (console remota / API)
  • Canal cifrado – TLS (console remota / API)
  • Canal aberto (console remota / API)
  • Não há limite para sessões simultâneas
  • Geração de Soft Token HOTP
  • Validação de Soft Token HOTP
  • M-HOTP (applet padrão J2ME)
  • F-HOTP (Transaction Authentication Number – TAN Codes)
  • Registro persistente de eventos (log)
  • Recuperação de registros
  • Eventos
  • CPU, memória e sessões ativas
  • Diagnóstico de bateria, memória e controladora
  • Assinatura RSA 1024 bits por segundo
  • Acima de 4000 (HSM DINAMO Standard)
  • Acima de 1200 (HSM DINAMO XP)
  • Assinatura RSA 2048 bits por segundo
  • Acima de 5000 (HSM DINAMO Standard)
  • Acima de 1.100 (HSM DINAMO XP)
Contate-nos

Envie-nos sua dúvida, crítica ou sugestão. Responderemos o mais rápido possível.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt